Matéria

Estratégias para promover a saúde mental dos colaboradores

Problemas de saúde mental são, sem surpresa, comuns no local de trabalho. Muitos colaboradores enfrentam estresse, ansiedade e esgotamento diariamente devido a altas cargas de trabalho, prazos apertados e a pressão constante para executar. Os desafios da saúde mental podem impactar amplamente o bem-estar e a produtividade dos trabalhadores. Portanto, os líderes precisam lidar com isso proativamente.

No entanto, ainda há um estigma em torno da saúde mental que muitas vezes impede a discussão aberta e o apoio. Muitos colaboradores se sentem incompreendidos sobre suas lutas. Como resultado, eles podem sofrer em silêncio, o que pode piorar sua condição e afetar seu trabalho. Abordar a saúde mental é crucial antes que ela se torne um problema ainda maior.

A boa notícia é que existem estratégias claras, descritas abaixo, que você pode treinar os líderes para ajudá-los a apoiar a saúde mental e o bem-estar dos membros de sua equipe.

1. Ofereça treinamento de conscientização sobre saúde mental.

O treinamento de conscientização sobre saúde mental é fundamental, pois 79% dos colaboradores relatam que o treinamento antiestigma sobre saúde mental é muito valioso. Ele é crucial para ajudar gerentes e equipes a reconhecer os sinais de estresse e entender como fornecer suporte. Também é essencial para reduzir o estigma associado à saúde mental, construindo uma força de trabalho mais empática e compreensiva.

No entanto, a mesma pesquisa destaca que apenas 23% dos empregadores implementaram uma campanha de conscientização em 2021. Isso destaca a necessidade de esforços mais proativos das organizações. Ao implementar o treinamento de conscientização sobre saúde mental, os tópicos normalmente abrangem:

– Identificar sintomas de estresse, ansiedade e depressão.
– Aprender abordagens para conversas sobre saúde mental.
– Formas pelas quais a organização oferece esse suporte.

Quando os líderes se tornam mais expressivos sobre saúde mental e fornecem conhecimento e ferramentas, o local de trabalho se torna mais inclusivo e favorável a todos.

2. Promova o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

O equilíbrio entre vida pessoal e profissional é essencial para melhorar a saúde mental e o bem-estar no local de trabalho. Isso inclui acordos de trabalho flexíveis, como opções remotas e horários ajustáveis. Os colaboradores que conseguem gerenciar seus horários de trabalho têm mais probabilidade de se sentir menos sobrecarregados.

De acordo com uma pesquisa com 3.500 colaboradores, 81% valorizaram horários de trabalho flexíveis como um fator-chave na satisfação no trabalho. Implementar políticas que incentivem um equilíbrio saudável entre vida pessoal e profissional permite que os gerentes ajudem suas equipes a controlar melhor seus compromissos profissionais e pessoais.

Como profissional de treinamento, você pode defender essas políticas em reuniões com a alta liderança e as partes interessadas, reiterando seu impacto no bem-estar dos colaboradores e, em última análise, na produtividade.

3. Incorpore check-ins regulares.

Check-ins regulares são importantes porque permitem que os líderes se conectem com os membros de sua equipe. Também os ajuda a entender seus desafios atuais e quais soluções eles podem oferecer para suporte. Além disso, os gerentes podem abordar os problemas antes que eles aumentem.

Estudos mostram que check-ins regulares beneficiam as pessoas. Uma pesquisa descobriu que 52% dos estudantes universitários se beneficiaram de check-ins regulares de bem-estar com administradores escolares, e esse conceito poderia ser facilmente aplicado no local de trabalho por meio de check-ins regulares com supervisores diretos, profissionais de treinamento e líderes de departamento. Com comunicação consistente e suporte para bem-estar mental, os gerentes podem criar um ambiente em que os colaboradores se sintam ouvidos.

4. Forneça acesso e comunique recursos de saúde mental.

Recursos de saúde mental são um ótimo investimento na saúde mental de uma equipe. Eles geralmente incluem serviços de aconselhamento, assinaturas de aplicativos de saúde mental e ferramentas de autoajuda. Esses recursos oferecem aos colaboradores orientação profissional quando eles mais precisam. Isso garante que eles tenham acesso à ajuda necessária para gerenciar sua saúde mental de forma eficaz.

As organizações devem priorizar o acesso a essas ferramentas e serviços porque isso pode aumentar a satisfação no trabalho e o moral. Colaboradores com recursos para dar suporte à sua saúde mental aprendem a administrar o estresse e se tornam menos propensos a faltar ao trabalho.

Novamente, você pode reiterar a importância desses benefícios em suas reuniões com as principais partes interessadas. Também é importante garantir que os colaboradores estejam cientes dos recursos disponíveis para eles, compartilhando informações importantes em programas de treinamento e em materiais suplementares ou canais de comunicação (por exemplo, boletins informativos, e-mails, grupos de bate-papo, etc.).

5. Incentive atividades físicas e programas de bem-estar.

Programas de bem-estar demonstraram ter inúmeros benefícios para a saúde mental, incluindo melhorar a depressão e a ansiedade e reduzir o estresse. Além disso, atividades físicas aumentam os níveis de energia e melhoram o bem-estar geral.

Os líderes podem promover a atividade física organizando desafios de condicionamento físico regulares, oferecendo assinaturas de academia ou fornecendo academias no local. Os colaboradores também devem se sentir encorajados a fazer pausas regulares durante o dia de trabalho para gerenciar o estresse e manter o foco. As empresas podem fazer isso treinando-os sobre os benefícios do yoga e da meditação e fornecendo um espaço dedicado para tais atividades.

6. Normalize os dias de saúde mental.

Assim como os colaboradores precisam de tempo para se recuperar de doenças físicas, eles também precisam de tempo para cuidar de sua saúde mental. Reconhecer essa importância ajuda a reduzir o estigma e encoraja os trabalhadores a tirar o tempo necessário para cuidar de si mesmos sem se sentirem culpados.

Normalize os dias de saúde mental incluindo-os explicitamente nas políticas da empresa e revisando-os durante a integração. Quando as empresas veem isso como uma parte legítima e necessária do autocuidado, os membros da equipe podem se sentir apoiados para cuidar de si mesmos.

Saúde Mental deve ser priorizada no local de trabalho

Os líderes devem reconhecer o crescimento de problemas de saúde mental no local de trabalho e devem agir antes que eles afetem a produtividade da empresa. Burnout, estresse e depressão são comuns entre as forças de trabalho, e implementar certas estratégias pode criar um ambiente de trabalho mais saudável.

Continue a cultivar a abertura sobre saúde mental e bem-estar treinando líderes nas estratégias descritas neste artigo. Líderes que continuam discutindo sua importância no local de trabalho serão mais capazes de dar suporte à saúde mental e ao bem-estar dos membros de sua equipe daqui para frente.

Fonte: https://trainingindustry.com/

Curta e siga:
Share:
Verified by ExactMetrics