Blog

7 dicas para ter sucesso em vídeo-aulas e webinars

1. Prepare-se para uma apresentação ideal

Estar na tela é mais impessoal do que estar na sala, e é difícil criar o mesmo relacionamento com o público. No entanto, você pode tomar medidas para minimizar os efeitos desagradáveis.

Reserve um tempo para analisar e ajustar sua configuração. Observe como coisas como o ângulo da câmera e a iluminação afetam a experiência. Você parece imponente? A configuração está muito escura ou muito desbotada? O seu passado causa distração? Veja como isso afeta a dinâmica visual quando você se apresenta em pé ou sentado.

2. Entenda suas tecnologias

Uma das primeiras dicas de videoconferência ou webinar que você deve adotar é saber como usar seu software. Existem muitas plataformas dinâmicas para hospedar interações on-line. Depois de verificar e escolher sua plataforma com cuidado, aprenda os recursos práticos. Certifique-se de saber como fazer as coisas, como desligar e ligar a câmera, ativar e desativar o seu som e os dos participantes, compartilhar sua tela e reproduzir vídeos.

Compreender o funcionamento desses recursos elimina quaisquer momentos desagradáveis durante o treinamento. Também garante que você estará pronto para solucionar problemas se algo der errado ou alguém precisar de ajuda.

3. Use os recursos das plataformas para aumentar o engajamento

Garantir que os participantes se envolvam com sua apresentação é outro grande desafio em um ambiente virtual. Esta é uma boa oportunidade de colocar em uso os recursos adicionais de sua plataforma. A maioria dos softwares de conferência pela web possui ferramentas integradas para interação. Inclua essas ferramentas em seu treinamento para manter a atenção das pessoas. Por exemplo:

Faça enquetes e pesquisas em tempo real para fazer o público pensar sobre o seu tópico e torná-lo pessoal.
Use o recurso de bate – papo para que os participantes possam fazer perguntas e fornecer comentários úteis.
Para grupos maiores, use salas de descanso que dividem os participantes em grupos menores para discussões aprofundadas e atividades separadas.

4. Incentive a participação do público

Ajude as pessoas a superar a sensação de isolamento que a conferência remota pode ter criando interações frequentes em sua sessão. Quando seu público precisa fazer algo, eles prestam atenção e aproveitam melhor a experiência.

Estimule a discussão fazendo perguntas. Deixe as pessoas saberem com antecedência que esta será uma discussão aberta e incentive respostas. Faça com que os membros da audiência usem o recurso de levantar a mão ou, para grupos menores, chame as pessoas pelo nome.

Como alternativa, faça uma pergunta na tela e peça que as pessoas respondam no bate-papo. Em grupos grandes, isso permite que mais pessoas participem. Também o ajuda a ler a sala e a responder ao que as pessoas estão pensando.

Além de discussões e sessões de perguntas e respostas durante a apresentação, prepare algumas atividades que façam as pessoas trabalharem juntas. Adicione exercícios de dramatização ou pequenas sessões de brainstorming à sua agenda. Com grupos maiores, você pode usar os recursos de pausa para permitir que os participantes trabalhem em grupos menores e, em seguida, reúna o grupo maior para fazer um balanço.

5. Use recursos visuais para criar uma conexão

Visuais fortes causam impressões rápidas e criam conexões emocionais para o seu público. Certifique-se de que slides sejam projetados para chamar a atenção. Use imagens grandes e menos textos para torná-los envolventes.

Experimente variar o tipo de mídia que você está apresentando. Cabeças falantes e slides estáticos só são atraentes por um certo tempo. Troque-o incluindo vídeos ou infográficos relevantes.

Além disso, você pode considerar transições mais frequentes do que no treinamento presencial. O movimento desvia a atenção de outras distrações. Apresente mudança visual alternando entre falar com sua câmera e compartilhar sua tela. Adicione mais movimento movendo-se entre os slides com mais frequência, adicionando animação ou usando um recurso de quadro branco virtual para apontar informações específicas em um slide ou explicar um conceito.

6. Pratique, pratique, pratique

Quanto mais familiarizado você estiver com o seu webinar ou material e tecnologia da conferência, mais tranquila será a sessão real. Praticar é a chave. Fique confortável ao navegar pela apresentação e fazer transições.

Praticar como você aparece na tela também é importante para uma apresentação forte. Considere registrar uma passagem com antecedência. Reproduza e procure lugares para melhorar o engajamento. Como está o ritmo? Seu tom é encorajador e enérgico? Você está olhando para o seu público o suficiente ou está gastando muito tempo olhando para suas anotações?

7. Trabalhe com períodos de atenção

Uma das melhores maneiras de garantir que você prenda a atenção dos alunos é planejar períodos de atenção realistas. Mantenha seu conteúdo focado. Não tente colocar tudo em uma apresentação.

Da mesma forma, não coloque muitas informações em um slide. Criar recursos visuais com muito texto ou incluir informações interessantes, mas apenas vagamente relevantes, pode prejudicar seu treinamento. Certifique-se de que seu conteúdo esteja focado no objetivo principal.

Por último, respeite o tempo das pessoas. Planeje quanto tempo você realmente precisa para divulgar suas informações. O seu webinar pode durar 40 minutos em vez de uma hora? Você está preparado para começar e terminar sua conferência exatamente quando disse às pessoas que faria? A pontualidade elimina a ansiedade e a distração que os participantes sentem quando se preocupam com a possibilidade de atropelar outras prioridades de sua programação.

Fonte: https://elearningindustry.com/

Share:
Translate » Traduzir