Blog

Educação Digital: como melhorar o engajamento dos alunos

A educação digital está cada vez mais presente nas organizações. O AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), no entanto, ainda traz grandes desafios dos gestores para o engajamento dos alunos. O uso do software de gestão e distribuição de conteúdo de educação corporativa a distância ajuda na promoção de interação, motivação e engajamento dos colaboradores, entre si, e também com os seus gestores.

Um dos principais desafios do ensino a distância é trabalhar a disciplina dos alunos, o que pode impactar seriamente nos percentuais de engajamento. Em contrapartida, poder estudar onde e quando quiser pode se tornar uma vantagem quando os líderes conseguem gerar desejo, inspiração e necessidade em sua equipe.

Um bom Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) pode ter várias funcionalidades diferentes. Listamos as mais comuns:

  • Distribuição de conteúdo;
  • Gestão de alunos;
  • Fórum para debate de ideias;
  • Interação com o tutor;
  • Gamificação.

Importância do engajamento do aluno para a organização

As empresas procuram, constantemente, aumentar sua vantagem competitiva. Com isso, o engajamento dedicado a atividades de educação corporativa impacta consideravelmente a performance individual. Além de benéfico para a organização, os colaboradores passam a se sentir responsáveis pelo seu aprendizado, o que impacta diretamente no seu desempenho e confiança no trabalho.

O engajamento dos colaboradores emprega a eles um forte desejo de testar suas novas competências nas suas tarefas. Ou seja, um aluno/colaborador engajado está sempre em busca de oportunidades para se desenvolver e não desiste diante de situações difíceis.

Engajar o aluno gera um benefício mútuo, gerando uma melhor performance individual e organizacional.

Criar um bom programa de educação digital é bom, mas não é o suficiente. A base de um projeto bem-sucedido é a motivação do aluno – treinamentos se tornam inviáveis sem isso. Como você está estimulando o engajamento do aluno? Confira abaixo 10 dicas para engajar os alunos:

1. Explique o que está em jogo
Sua equipe deve entender as razões por trás do programa de treinamento – essa é uma das chaves para o engajamento. E essas razões devem ser claras e inspiradoras. Por exemplo, se uma empresa cai 10 pontos na pesquisa de satisfação do cliente, isso pode colocar o futuro de todos em risco, no longo prazo. Logo, todos precisam trabalhar para melhorar o atendimento ao consumidor.

2. Estabeleça prazos
O nível de autonomia da sua equipe é diretamente proporcional à sua motivação por prazos. Para cursos de e-learning, as taxas de engajamento são até 4x mais altas se os cursos tiverem prazos definidos. Configurar prazos aumenta o engajamento do aluno, mas temos que ter cuidado, pois eles têm que ser relevantes.

3. Envolva os gerentes
Os seus gerentes são intermediários valiosos para conectar o programa de treinamento e a realidade do negócio, ajudando a definir objetivos operacionais específicos. Sua proximidade com os membros da equipe ajuda a aumentar a motivação. Sendo assim, organize encontros entre gerentes e suas equipes ao longo dos seus treinamentos.

4. Use a abordagem de incentivo e sanção
Ache o equilíbrio entre o desejo de ser reconhecido e o medo de ser sancionado. A recompensa pode ser um certificado, abrindo caminhos para futuras oportunidades de carreira. Seja especialmente cuidadoso com as sanções, no entanto: treinamentos obrigatórios levam à uma baixa aquisição de conhecimento.

5. Use o treinamento entre pares
O treinamento entre pares aproveita o poder da coletividade na motivação. Alunos que se ajudam e se motivam durante os treinamentos também se tornam mais engajados. Além disso, eles constroem uma comunidade de aprendizagem que perdura mesmo após o encerramento do treinamento.

6. Concentre-se na aplicação prática
Se um treinamento possuir objetivos específicos, os colaboradores estarão mais motivados a alcançá-los. Um programa que foca na aplicação prática dos conhecimentos e competências potencializa o engajamento do aluno. Sendo assim, compartilhe informações essenciais sobre o seu treinamento antes que ele comece, e envolva o seu time de marketing nessa missão.

7. Personalize seu feedback
Use experiências personalizadas de aprendizagem para motivas seus alunos, com duas rodadas de feedback. A primeira, uma autoavaliação antes do início do curso, te ajuda a criar treinamentos personalizados. A segunda, também uma autoavaliação (mas, dessa vez, ao final do curso), te ajuda a medir o progresso e tangibiliza a aquisição de competências para os alunos, o que aumenta a motivação.

8. Use o poder do grupo
Utilize os formatos coletivos para trabalhar em dois níveis da motivação do aluno. Trabalhe em paralelo a motivação extrínseca que vem do formato dos grupos, e a motivação intrínseca que vem do sentimento de pertencimento a uma comunidade de aprendizagem que valoriza os indivíduos. Essa abordagem acelera a performance dos treinamentos.

9. Não subestime a interface do usuário
A experiência do usuário determina o sucesso ou o fracasso de um treinamento online. Para aprimorar essa experiência, otimize as suas interfaces, tornando-as amigáveis e atraentes. E varie os formatos: blended learning, storytelling, jogos, sessões curtas e longas, etc.

10. Vá até os alunos em vez de esperar que eles venham até você
Para atrair os seus colaboradores para sua plataforma de educação digital, ofereça múltiplos pontos de acesso, relacionados aos seus diversos hábitos de trabalho. Oferecer acesso por meio da intranet ou de dispositivos móveis, por exemplo, pode aumentar o acesso deles.

O engajamento do aluno determina o sucesso das suas iniciativas de treinamento online. Por isso, você deve fazer tudo o que pode para estimular os alunos e mantê-los motivados.

 

Fonte: https://blog.crossknowledge.com/

Share:
Translate » Traduzir