Matéria

6 técnicas de aprendizado colaborativo que fazem a diferença

A incapacidade de se concentrar, o isolamento e a colaboração inadequada com os colegas surgiram como principais desafios do trabalho remoto. Felizmente, a aprendizagem colaborativa surge como solução eficaz – tanto que programas com colaboração interna são considerados duas vezes mais úteis pelos alunos.

Os programas de aprendizado colaborativo não são apenas treinamentos regulares em que os colaboradores fazem juntos. Eles incluem várias técnicas para maximizar o aprendizado e engajamento, permitindo que os colaboradores ajudem uns aos outros durante a jornada do aluno.

Em sala de aula, a colaboração já demonstrou seu poder ajudando os alunos a “conectar, comunicar e desenvolver habilidades de resolução de problemas”, de acordo com a Deloitte. Aplique técnicas semelhantes em ambientes corporativos ou do setor privado para adultos, e você verá resultados positivos semelhantes.

Inspirados na sala de aula, reunimos 6 técnicas de aprendizado colaborativo fáceis de implementar que darão vida a qualquer programa de treinamento.

1.Treinamento de pares:

A maioria dos colaboradores prefere consultar colegas para aprender mais sobre seu setor e aprimorar habilidades. A implementação do treinamento entre colegas, onde colaboradores criam conteúdo de aprendizado para seus pares, é uma das melhores maneiras de explorar essa preferência e compartilhar conhecimentos.

2.Conversas curiosas:

Reuniões agendadas com colegas, membros da liderança ou pessoas admiradas, onde colaboradores podem fazer perguntas sobre trajetórias, dia a dia e caminhos futuros. Essas conversas informais podem desencadear novas ideias, construir pontes e criar conexões.

3.Coworking Virtual:

Trabalhar virtualmente com colegas facilita a colaboração entre fusos horários, ajuda a manter o foco, compartilhar ideias e se sentir conectado. O coworking virtual reduz o isolamento, torna os colaboradores mais felizes e produtivos.

4.Think-Pair-Share:

Técnica que envolve três etapas: pensar, emparelhar e compartilhar. Os colaboradores brainstorm sobre um tópico, discutem suas ideias em duplas ou trios e, em seguida, compartilham suas ideias com o grupo. Essa técnica estruturada promove o pensamento crítico e reduz a ansiedade.

5.Método do quebra-cabeça:

Abordagem instrucional em que indivíduos se tornam especialistas em subtópicos específicos e, em seguida, treinam seus parceiros. Isso promove cooperação, habilidades de comunicação e resolução de problemas, aumentando a motivação e a competência.

6.Avaliações de pares:

Avaliações bidirecionais de desempenho que permitem o aprendizado mútuo, fornecendo feedback construtivo e promovendo o crescimento e desenvolvimento contínuos.

Implemente essas técnicas e transforme seu programa de treinamento em uma experiência colaborativa e enriquecedora para seus colaboradores.

Fonte: https://elearningindustry.com/

Curta e siga:
error20
fb-share-icon0
fb-share-icon20
Share:
Verified by ExactMetrics