Blog

7 estágios de evolução para se tornar uma organização que aprende

1. Consciência de Aprendizagem

A primeira etapa é a conscientização, onde os gestores começam a entender o conceito de aprendizagem e como isso pode impactar seus negócios. Nesse ponto, você pode ver alguns líderes começando a fazer perguntas como: “Como podemos incorporar o aprendizado no DNA de nossa organização?” ou “Quais são as melhores maneiras de desenvolvermos os funcionários para que tenham mais tempo de serviço em nossa empresa?”. Você também encontrará gerentes neste estágio que desejam explorar as oportunidades de aprendizado mais profundamente, mas não sabem por onde começar porque há muitas opções diferentes disponíveis.

2. Pesquisa de Aprendizagem

Este estágio é onde as pessoas começam a procurar novas ideias sobre como as coisas podem funcionar melhor, mas não têm certeza do que precisam aprender ou quem deve ensiná-las. Neste ponto, você pode encontrar alguns bolsões de entusiasmo em torno de ferramentas de aprendizado, como cursos de treinamento, vídeos etc., mas ainda não há um compromisso generalizado com o aprendizado.

3. Compromisso de Aprendizagem

Esse estágio é quando as pessoas começam a se comprometer com o que precisam aprender ou como vão aplicá-lo, mas ainda não há muito entendimento sobre por que todos devem se comprometer com esse esforço. Isso ocorre principalmente porque não foi compartilhado com eles o suficiente sobre o estabelecimento de metas para iniciativas vinculadas às metas pessoais e profissionais dos funcionários. Você encontrará gerentes neste estágio que estão animados para ver as iniciativas de aprendizado decolando em diferentes departamentos, mas ainda tentando descobrir como podem trabalhar mais de perto com eles.

4. Implementação de Aprendizagem

A quarta etapa é a implementação. A organização começa a avançar nas iniciativas de aprendizagem trabalhando em conjunto e compartilhando recursos. No entanto, ainda não há uma compreensão compartilhada de como o aprendizado se encaixa em suas vidas diárias de trabalho, nem como será o sucesso em termos de novos recursos sendo desenvolvidos ou impactos nos negócios alcançados. Nesse ponto, você pode começar a ver alguns líderes comprometidos com o aprendizado e outros que não estão totalmente convencidos disso porque não têm certeza de todas as mudanças que serão necessárias quando as coisas não saírem conforme o planejado.

5. Otimização de Aprendizagem

O quinto estágio dessa transformação de aprendizado é a otimização, onde as pessoas começam a questionar se o que estão fazendo está realmente funcionando e como pode ser melhorado. Você pode ver alguns líderes tentando manter os esforços de aprendizado em andamento, investindo mais dinheiro em iniciativas existentes, mas sem alterar a forma como esses recursos são aplicados em diferentes equipes ou departamentos. Você também encontrará alguns esforços em torno de melhorias contínuas, como atividades de mapeamento de processos, porque há uma necessidade crescente de entender os processos e recursos de aprendizado mais profundamente.

Esse estágio de transformação é onde as pessoas começam a ver mudanças em maior escala em diferentes funções ou departamentos dentro de uma organização, porque há mais integração entre as atividades de aprendizado em todos os níveis (por exemplo, equipes multifuncionais). Neste ponto, você pode ver alguns líderes tentando se afastar das iniciativas tradicionais de aprendizado em direção às práticas de gestão do conhecimento. Pode ser que eles não estejam totalmente satisfeitos com a forma como as coisas estão funcionando no terreno, mas também começando a perceber que tipo de impacto poderia ter se fosse bem feito.

6. Reinvenção da Aprendizagem

O estágio seis é a reinvenção, onde as organizações começam a buscar novas formas de aprendizado e processos de gestão de talentos dentro das estruturas existentes. Por exemplo, quando combinadas, as práticas de aprendizado e gerenciamento de talentos podem fornecer a uma organização que aprende a capacidade de melhorar o desempenho e desenvolver as capacidades dos funcionários atuais, ao mesmo tempo em que atrai os melhores talentos de fora. Você descobrirá que os gerentes neste estágio estão começando a ser criativos ao pensar em novas iniciativas de aprendizado que atendam às suas necessidades, seja aprendizado misto ou algo totalmente diferente .

7. Transformação do Aprendizagem

O estágio final é a transformação, onde o aprendizado se torna uma segunda natureza para todos na organização, independentemente do papel que desempenham dentro dela. Neste ponto, você pode ver líderes que criaram uma mudança completa em direção ao aprendizado contínuo tendo um impacto significativo nas operações diárias, mesmo que haja alguns desafios ao longo do caminho. Os gerentes neste estágio sabem como é importante ser uma organização de aprendizado para o sucesso de sua empresa e estão procurando iniciativas de aprendizado que criem valor e impulsionem a mudança de cultura.

 

Fonte: https://elearningindustry.com/

Share:
Translate » Traduzir