Matéria

Como projetar e-Learning que envolva os colaboradores?

Aprender é fundamental para crescer um negócio e manter o moral dos colaboradores. Para projetar um e-Learning que envolva os colaboradores, é importante entender o que faz as pessoas se envolverem com o aprendizado em primeiro lugar. Existem muitos fatores diferentes que podem influenciar o engajamento, mas alguns dos mais importantes incluem motivação intrínseca , relevância e satisfação.

Veremos aqui algumas maneiras críticas de projetar e-Learning que envolva os colaboradores levando em consideração suas necessidades e motivações individuais.

Os benefícios de fazer isso são claros:

  • Os colaboradores que estão engajados com o aprendizado são mais propensos a serem produtivos, criativos e bem-sucedidos em suas funções.
  • Os resultados são transferidos para o negócio. Colaboradores mais engajados são mais felizes, o que reduz a taxa de rotatividade de colaboradores.
  • Há também um aumento no compartilhamento de conhecimento que beneficia toda a empresa.

Todos esses benefícios têm vantagens de curto e longo prazo para pessoas e empresas, tornando fundamental otimizar as práticas de e-Learning no treinamento de pessoas. Vamos começar e analisar os princípios-chave por trás do design de e-Learning que envolve os colaboradores.

Princípios-chave para projetar o e-Learning para envolver os colaboradores

1. Certifique-se de que o aprendizado é relevante para o aluno

Uma das coisas mais importantes que você pode fazer para garantir o envolvimento é garantir que o aprendizado seja relevante para o aluno. Isso significa projetar conteúdo e atividades diretamente relacionadas à função ou aos objetivos de seu trabalho.

Por exemplo, se você estiver projetando treinamento para representantes de atendimento ao cliente, certifique-se de que o aprendizado abranja tópicos que os ajudarão a fazer melhor seu trabalho, como responder em frases simples e aliviar as preocupações dos clientes. Para os colaboradores que lidam com fornecedores B2B, outros conhecimentos como cold call e habilidades técnicas tornam-se essenciais. Evite criar o mesmo conteúdo para toda a sua equipe, a menos que seja um requisito universal, como códigos de ética e conformidade.

2. Torne-o intrínseco

A motivação intrínseca é o desejo de aprender por aprender. É o que leva as pessoas a buscarem novos conhecimentos e habilidades mesmo quando não há uma recompensa ou incentivo externo envolvido. Ao projetar o e-Learning, procure maneiras de tornar o próprio aprendizado intrinsecamente motivador. Isso pode ser feito tornando o conteúdo interessante e envolvente, oferecendo oportunidades para exploração e descoberta e dando aos alunos uma sensação de autonomia e controle sobre sua experiência de aprendizagem.

Você também pode dar aos colaboradores a opção de escolher o que eles querem aprender. Faça isso inscrevendo-se em pacotes de negócios em plataformas de e-Learning. Você criará acesso a vários assuntos e os colaboradores se treinarão nas áreas de seu interesse.

3. Mantenha-o satisfatório

Outro fator importante no engajamento é a satisfação. As pessoas são mais propensas a se envolver com experiências de aprendizado que são satisfatórias e agradáveis. Uma maneira de aumentar a satisfação é fornecer aos alunos oportunidades para dar feedback e ver seu progresso ao longo do tempo. Você também pode projetar atividades desafiadoras, mas não muito difíceis, para que os alunos tenham uma sensação de realização quando as concluírem.

Por exemplo, se você estiver treinando sua equipe de conteúdo, convém acompanhar o desempenho de seu conteúdo , como níveis de engajamento, crescimento no tráfego e outras medidas. Isso ajudará a mostrar como o trabalho deles está impactando positivamente a empresa e ajudará a mantê-los motivados.

4. Torne-o social

A aprendizagem social é outro fator importante no engajamento. Quando os alunos são capazes de interagir uns com os outros e aprender juntos, é mais provável que eles se envolvam com o conteúdo. Existem algumas maneiras diferentes de tornar o e-Learning social. Uma delas é fornecer oportunidades para os alunos colaborarem em projetos ou atividades. Outra é usar plataformas de mídia social como fóruns de discussão e blogs para incentivar a interação e o diálogo. Também é fundamental reconhecer os colaboradores quando eles atingem um certo nível em seu aprendizado. Isso garante que os colaboradores associem emoções positivas ao aprendizado.

5. Personalize

A personalização é outro ingrediente chave no engajamento. Quando os alunos sentem que o conteúdo é adaptado às suas necessidades e interesses específicos, é mais provável que se envolvam com ele.

Uma maneira de personalizar o e-Learning é usar tecnologias de aprendizagem adaptativa que possam ajustar o conteúdo com base nas necessidades individuais de cada aluno. Outra abordagem é fornecer uma variedade de opções de conteúdo para que os alunos possam escolher o que desejam aprender. É importante usar plataformas de aprendizado que automatizem isso – eles farão recomendações personalizadas usando ferramentas de IA que ajudam os alunos a crescer nas áreas necessárias.

Conclusão

Ao seguir esses princípios, você pode criar um e-Learning que envolva os colaboradores e os ajude a atingir seus objetivos. Como resultado, você verá muitos benefícios em seus negócios, tanto em termos de produtividade quanto de resultados financeiros.

Fonte: https://elearningindustry.com/

Curta e siga:
error20
fb-share-icon0
fb-share-icon20
Share:
Verified by ExactMetrics