Matéria

Liderança e Aprendizado: O Papel Vital dos Gerentes nas Organizações

Em um mundo de mercados e tecnologias em rápida mudança, é necessário contar com uma força de trabalho qualificada para enfrentar a turbulência e impulsionar o desempenho. No entanto, diante dos orçamentos restritos, treinar todos os colaboradores de forma efetiva se torna impraticável. É por isso que se torna crucial focar nos gerentes.

Aqui estão seis dicas para garantir que seus programas de treinamento tenham o máximo impacto para seus gerentes e seus negócios:

1. Adequação do treinamento à agenda deles

Os gerentes têm uma série de compromissos. Entre equilibrar múltiplas responsabilidades e projetos, bem como incentivar a colaboração e o desenvolvimento da equipe, resta pouco tempo para o aprendizado dedicado. Portanto, é essencial adotar uma abordagem mais flexível para o treinamento. O aprendizado combinado une instrução tradicional com atividades de aprendizado on-line, ajudando a complementar a agenda de um gerente ocupado, ao invés de interrompê-lo.

2. Aprender juntos, trabalhar melhor juntos

Ao incentivar os gerentes a aprenderem em conjunto, é possível criar experiências compartilhadas que estimulam o aprendizado colaborativo, a adaptação às mudanças e geram um impacto duradouro. O aprendizado entre pares não apenas inspira o trabalho em equipe, mas também aumenta o engajamento e a produtividade dos colaboradores. Esses benefícios se estendem por toda a organização.

3. Compartilhar a visão e preencher as lacunas

Os gerentes são o canal entre a liderança e os colaboradores da linha de frente, sendo responsáveis por compartilhar a visão, a missão e os valores da empresa. Isso os torna inestimáveis para impulsionar a colaboração entre as diferentes áreas. Eles quebram os silos e disseminam as melhores práticas em toda a organização.

4. Concentrar-se nas habilidades relevantes

O treinamento focado em uma única habilidade não é eficiente em termos de custo ou tempo. Em vez de investir em programas de treinamento que abordem apenas uma habilidade de cada vez, é melhor priorizar um grupo selecionado de habilidades que possam ser aplicadas em situações reais. Para os gerentes, isso deve se concentrar em habilidades contextualizadas e práticas de liderança.

5. Dar propósito ao aprendizado

Para enfrentar os desafios reais que os negócios enfrentam hoje, é necessário uma abordagem de aprendizado baseada em resultados. Primeiro, identifique os problemas que seus gerentes enfrentam e, em seguida, alinhe-os com as habilidades necessárias para resolvê-los. Concentrar-se no aprendizado baseado em resultados aumentará a motivação dos gerentes, pois eles se envolvem e se motivam mais quando podem ver o valor e o impacto do treinamento em seu trabalho.

6. Manter o feedback, manter o orçamento

Para garantir que seus programas de aprendizado atendam às necessidades de curto e longo prazo dos gerentes, é importante incentivar um ciclo de feedback. Identifique as áreas de melhoria e faça as alterações necessárias para impulsionar a melhoria contínua e a eficiência do treinamento. Além disso, considere envolver os gerentes no processo de treinamento para aumentar os níveis de confiança e engajamento.

Em um ambiente de orçamentos restritos, é crucial identificar as pessoas certas e as habilidades certas para otimizar o seu orçamento de aprendizado e desenvolvimento. Isso significa focar nos seus gerentes – os condutores da mudança e a bússola da cultura de sua empresa. Ao fazer isso, você desbloqueará o aprendizado ponto a ponto e a colaboração cruzada, ao mesmo tempo em que aumenta o envolvimento e a motivação em toda a empresa. Afinal, é com grandes líderes que você consegue superar as adversidades e atingir os objetivos de longo prazo da sua empresa.

Fonte: https://www.crossknowledge.com/

Curta e siga:
error20
fb-share-icon0
fb-share-icon20
Share:
Verified by ExactMetrics