Matéria

Liderança Remota: como superar obstáculos comuns

Para muitos, a perspectiva de trabalhar em casa parece um sonho. Imagine não ter deslocamento diário, ter um horário flexível e personalizar seu espaço de trabalho de acordo com sua preferência. Mas para os líderes de equipe, gerir eficazmente uma equipe remota pode apresentar seu próprio conjunto de desafios.

Gerenciar uma equipe em um escritório, onde a comunicação presencial é a norma, ainda apresenta obstáculos. À distância, com falta de visibilidade, esses desafios podem se multiplicar rapidamente.

Dito isso, as equipes remotas podem prosperar tanto ou até mais do que suas contrapartes no escritório. Seu sucesso depende de liderança e comunicação eficazes.

Os líderes de treinamento e desenvolvimento podem ajudar os líderes remotos a prosperar, preparando-os para os desafios da liderança remota. Comece educando-os sobre os seguintes desafios comuns (e soluções propostas) para o desempenho de equipes remotas.

Sem interação cara a cara

Um obstáculo significativo na liderança de uma equipe remota é a falta do elemento treinamento presencial (ILT) e das interações. Quando todos estão dispersos em lugares diferentes, construir relacionamento e confiança e garantir uma comunicação perfeita pode ser complicado.

No entanto, isso não significa que ter uma forte dinâmica de equipe em um ambiente virtual seja impossível. Um bom passo em frente é iniciar videoconferências regulares ou reuniões de equipe online. Isso permite que os membros da equipe se conectem em um nível mais pessoal, aumentando seu senso de camaradagem.

Também é importante manter todos informados sobre novas atualizações ou mudanças na direção da empresa, incentivando-os a compartilhar suas próprias ideias sobre as mudanças. Aproveitar plataformas de mensagens em grupo é um método eficaz para facilitar esses tipos de discussões.

Problemas de desempenho

Um dos obstáculos das equipes remotas é lidar com questões de desempenho. Avaliar a produtividade de um colaborador que trabalha em casa pode ser uma situação delicada, pois não é possível observar seu dia a dia.

Mas, em vez de se deixar levar pelos detalhes dos seus processos, destaque o valor dos resultados que eles trazem. Algumas empresas podem ficar tentadas a microgerenciar colaboradores remotos, principalmente quando não conseguem monitorar cada movimento de sua equipe.

A principal lição aqui é a confiança: se você duvida constantemente da capacidade de sua equipe de atingir as metas, talvez seja hora de rever sua estratégia de recrutamento. Embora seja essencial resolver as deficiências de desempenho, evite tirar conclusões precipitadas.

Abrir as linhas de comunicação, abordar preocupações e trabalhar de forma colaborativa para melhorar o desempenho no trabalho. Existem vários tipos de programas de treinamento de gerentes que podem ajudar a desenvolver e fortalecer essas habilidades necessárias.

Comunicação ineficaz

A comunicação eficaz é essencial para o sucesso de qualquer equipe, mas especialmente para equipes remotas. Embora o trabalho remoto ofereça muitos benefícios aos colaboradores, ele também tem seus desafios. Alguns membros da equipe podem não reconhecer quando estão enfrentando dificuldades até que já estejam sobrecarregados.

Para resolver esse problema, estabeleça cronogramas regulares de comunicação. Isso pode significar reuniões virtuais diárias, check-ins semanais da equipe ou reuniões gerais mensais. Esses pontos de contato regulares podem ajudar a garantir que todos estejam alinhados e informados sobre os projetos e tarefas em andamento.

Além disso, incentive a comunicação aberta dentro da equipe. Crie um ambiente onde os membros da equipe se sintam confortáveis para expressar seus pensamentos, ideias ou preocupações. Se você gerencia membros da equipe espalhados por diferentes fusos horários, considere definir prazos onde todos possam se sobrepor.

Confusão em relação às responsabilidades individuais

Em um ambiente de trabalho remoto, pode ser fácil confundir as responsabilidades e responsabilidades individuais. Sem funções e responsabilidades claras, os membros da equipe podem ter dificuldade em entender o que se espera deles ou simplesmente presumir que outra pessoa cuidará de uma tarefa.

Para evitar isso, defina claramente o papel e as responsabilidades de cada membro da equipe desde o início. Certifique-se de que todos entendam não apenas suas próprias funções, mas também como seu trabalho se enquadra no cenário geral. Você também pode usar ferramentas transparentes de gerenciamento de projetos para atribuir tarefas para que todos tenham visibilidade sobre o que precisa ser feito e quando.

Embora alguns colaboradores possam ver a responsabilidade como uma palavra feia que se traduz simplesmente como “quem é o culpado” quando algo dá errado, na verdade é uma parte crucial da construção de uma equipe remota de sucesso.

Certifique-se de incentivar os membros da equipe a assumir suas tarefas e comunicar quaisquer possíveis obstáculos ou problemas antes que se tornem problemas maiores. Isso ajudará a promover um senso de responsabilidade pessoal, levando a um melhor desempenho geral da equipe.

Colaboração insuficiente

Trabalhar em conjunto de forma eficaz é um elemento fundamental de qualquer equipe de sucesso. Mas é muito fácil para as equipes virtuais falharem nessa área. Um senso reduzido de camaradagem de equipe pode resultar em equipes isoladas, eficiência reduzida e, na pior das hipóteses, projetos saindo completamente do caminho.

Combater isso requer a construção de uma cultura onde a colaboração em equipe esteja no centro das atenções. Isso significa criar novas oportunidades para os membros da equipe colaborarem online, estabelecendo uma atmosfera de troca aberta de ideias e celebrando conquistas conjuntas.

No entanto, lembre-se de que há uma linha tênue. Embora o trabalho em equipe seja importante, a colaboração excessiva também pode diluir o foco. Estabeleça diretrizes claras sobre quando e como colaborar, garantindo que ainda haja amplo espaço para os colaboradores se concentrarem em suas próprias contribuições individuais.

Declínio da cultura da empresa

O declínio da cultura empresarial pode ser um obstáculo significativo ao gerenciar uma equipe remota. Sem o ambiente físico do escritório, manter uma cultura forte e positiva pode ser um desafio. Uma cultura fraca ou negativa pode levar à diminuição do moral, menor produtividade e maiores taxas de rotatividade.

Para resolver este problema, os líderes precisam fazer um esforço concertado para continuar a construir uma cultura positiva com todas as suas equipes. Isso pode envolver a comunicação regular dos valores e da missão da empresa, a celebração das conquistas individuais e da equipe e a oferta de oportunidades para interação social e eventos de formação de equipes.

Os líderes remotos precisam priorizar o estabelecimento de uma cultura de equipe apoiada na confiança e na transparência. Ser criativo nas atividades de conexão da equipe, comunicar-se aberta e honestamente sobre tópicos que impactam a equipe, solicitar e abordar o feedback dos membros da equipe e explorar tópicos de treinamento de gerentes que apoiem os valores fundamentais da empresa é fundamental para o sucesso.

Conclusão

Embora algumas organizações possam considerar o trabalho remoto demasiado difícil de gerir, é essencial que os líderes continuem a reconhecer os seus potenciais benefícios e a tomar medidas para melhorar as suas competências de gestão de equipes remotas. Treinar líderes remotos para definir claramente expectativas e diretrizes, manter uma comunicação eficaz e apoiar uma cultura de equipe forte pode ajudar a garantir que as equipes remotas estejam posicionadas para o sucesso.

Fonte: https://trainingindustry.com/

Curta e siga:
error20
fb-share-icon0
fb-share-icon20
Share:
Verified by ExactMetrics