Blog

Como identificar as necessidades de treinamento dos funcionários

Desenvolver o treinamento de um novo funcionário (ou revitalizar um antigo) é um grande esforço que muitas vezes está fadado ao fracasso logo no início. Por quê? As empresas que pularem a primeira etapa crucial, que é a Análise das Necessidades de Treinamento, podem considerar seu treinamento ineficaz em todos os níveis. Saber identificar as necessidades de treinamento dos funcionários é a base sobre a qual todo o seu treinamento é construído. Por isso este aspecto merece atenção. Acompanhe conosco:

Mas por que uma Análise das Necessidades de Treinamento é tão importante?

É preciso examinar o conhecimento, o perfil e as habilidades globais dos funcionários para determinar quais tipos de treinamento eles precisam. Uma Análise de Necessidades de Treinamento concentra-se em metas e objetivos organizacionais e, em seguida, descobre as tarefas e as pessoas necessárias para chegar lá. Ela reúne alguns dados básicos sobre como estão seus funcionários, para que você possa fornecer a eles as ferramentas de que precisam para cumprir os objetivos de sua empresa.

Se você não seguir essa etapa, será como deixar seus funcionários à deriva em uma jangada no meio do oceano, sem terra à vista. Eles não saberão para que lado remar e, eventualmente, todos se cansarão e desistirão.

Por onde começar e como identificar as necessidades de treinamento dos funcionários?

Muitas empresas hesitam em conduzir uma análise porque parece opressor descobrir por onde começar. Aqui estão 8 etapas concretas para você começar a identificar as necessidades de treinamento dos funcionários:

1. Decida o que você está tentando alcançar

Algumas pessoas avaliam o conhecimento básico dos funcionários antes do estabelecimento de metas, mas seus dados serão muito mais ricos se tiverem contexto. Decida as metas e objetivos organizacionais de sua empresa antes de coletar dados de funcionários para decidir onde gastar seu valioso tempo de treinamento.

Seus objetivos podem ser muito concretos (por exemplo, migrar todo o escritório para um novo software) ou um tanto intangíveis (por exemplo, melhorar o atendimento ao cliente), mas se você pode pensar nisso e defini-lo como uma meta, você pode treiná-lo e medir seu progresso . Quaisquer que sejam seus objetivos, certifique-se de que todo o C-Suite esteja a bordo e pronto para se concentrar em alcançá-los.

2. Identifique o conhecimento, o perfil e as habilidades necessárias para cumprir seus objetivos

Conforme sua empresa cresce e muda (e o mundo junto com ela), seus funcionários podem ter lacunas em seus conhecimentos e habilidades.

Esta etapa detalha cuidadosamente e articula o que os funcionários precisam saber, entender e são capazes de fazer no final do treinamento para atingir seus objetivos declarados. Esses objetivos de aprendizagem para indivíduos ajudam a orientar e enfocar ainda mais seu treinamento.

3. Descobrir o que os funcionários sabem

Pegando carona na etapa dois, pegue sua lista de conhecimentos, perfis e habilidades e determine em que parte do espectro seus funcionários se encaixam. Dê aos funcionários a chance de mostrar o que sabem (e identificar quaisquer lacunas) antes de começar a projetar seus programas de aprendizagem.

Essas informações podem ser coletadas de várias maneiras, incluindo:

  • Usando questionários ou pesquisas
  • Observando funcionários e examinando seu trabalho
  • Conduzindo avaliações formais

4. Converse com os funcionários

Reserve um tempo para perguntar aos funcionários o que eles precisam para fazer melhor seu trabalho. Eles estão felizes em seu trabalho e, se não, o que pode torná-los mais felizes?

Incentive o feedback aberto, separando essas conversas de qualquer tipo de configuração de RH. Deixe claro que você está realmente interessado em definir metas e objetivos de treinamento que atendam às necessidades dos funcionários, não em decidir quem terá o próximo corte de pagamento. Isso pode ajudá-lo a encontrar deficiências que você nunca pensou em verificar.

5. Converse com os gerentes

Os gerentes são a ponte entre executivos e trabalhadores. Como tal, eles têm uma perspectiva única sobre como as coisas estão indo na sala de reuniões e na rua. Converse com seus gerentes para ver o que eles acham que pode ser melhorado e o que pode ser colocado em segundo plano.

6. Decida sobre os pontos de dados que são valiosos para sua equipe

Nos dados coletados, no que você deseja se concentrar? Se todos os funcionários pensam que o almoço é muito curto, mas isso não atende ao seu objetivo de implementar licitações ou processos de faturamento mais eficientes, não se concentre no almoço por enquanto. Combine o feedback que você obtém com as metas definidas no início do processo.

7. Avalie seus recursos de treinamento atuais

Depois de descobrir o que os funcionários sabem e medir a temperatura de seus gerentes, é hora de descobrir quais recursos de treinamento já estão disponíveis para apoiar o progresso em direção aos seus objetivos e o que precisa de ajuste fino (ou eliminação total).

Se você já conduziu o treinamento de funcionários apenas em algumas sessões de maratona em uma sala de conferências abafada, você pode não querer usar nenhuma de suas ferramentas antigas. Atualmente, o treinamento de funcionários Just-In-Time os encontra exatamente onde eles estão, com tecnologia que torna o treinamento eficiente e eficaz. Você pode considerar substituir seus antigos fichários, PowerPoints e pastas de trabalho por:

  • Oportunidades de aprendizagem que são entregues a locais de trabalho específicos
  • Aprendizagem experiencial
  • Módulos de Microlearning
  • Ativos gamificados e métodos de entrega

Sua Análise das Necessidades de Treinamento também pode revelar como os funcionários preferem aprender, o que pode reduzir o atrito com o treinamento depois de implementado.

8. Adapte o seu treinamento às suas necessidades

Ajustar o treinamento às suas necessidades significa garantir que você tenha a quantidade certa de treinamento, com foco exatamente no que os funcionários precisam para atender às suas metas organizacionais desde a primeira etapa. Como os funcionários têm tão pouco tempo para treinamento, você quer ter certeza de que eles estão recebendo o que precisam, quando precisam.

Se você está tentando renovar seus procedimentos para verificar a conformidade com os regulamentos locais, agora não é o momento de treinar também os funcionários sobre como fazer pedidos de material de escritório. Concentre-se em fornecer aos funcionários o treinamento de que precisam, sem muitos extras que distraem ou consomem muito tempo.

Mesmo se você estiver reformulando completamente a forma como faz negócios, incluindo todos os procedimentos de escritório e de campo, dar um passo lógico de cada vez evitará que os funcionários (e gerentes e executivos!) fiquem frustrados e sobrecarregados.

 

Fonte: https://elearningindustry.com/

Share:
Translate » Traduzir